top of page

Pilates para Pessoas com Deficiência Física: Melhorando a Qualidade de Vida Através do Movimento




Olá, eu sou a Martha, profissional de educação física há 20 anos e fisioterapeuta há 15 anos. Trabalho com Pilates clássico na Companhia Athletica há 23 anos e, mais recentemente, me especializei em Pilates para pessoas com deficiência física.


Por Que Escolher o Método Pilates?


Pessoas com deficiência física podem se beneficiar enormemente do método Pilates para melhorar sua qualidade de vida. A chave para essa melhoria está na qualidade do movimento. O movimento é essencial para todas as nossas atividades diárias: comer, comunicar-se, divertir-se. Portanto, a questão não é se nos movemos, mas sim *como* nos movemos. Melhorar a qualidade do movimento resulta em uma melhor qualidade de vida.


A Neuroplasticidade no Pilates


Para aprimorar a qualidade do movimento de uma pessoa, precisamos induzir uma mudança neural através da neuroplasticidade, pois a memória muscular é, na verdade, memória neural. Esse processo só ocorre se a pessoa estiver totalmente concentrada no que está fazendo. Essa concentração é essencial para provocar as adaptações necessárias no sistema nervoso.


Começando com o Controle


As molas de braço são um excelente ponto de partida para cadeirantes trabalharem o controle. Quando começamos pelo impulso, perdemos o controle e acabamos necessitando de uma força desnecessária para recuperá-lo. O nosso controle corporal depende de três bases: o centro, os apoios e as forças opostas.


Exercícios Iniciais


O melhor lugar para iniciar os exercícios com molas de braço é deitado, pois isso proporciona mais estabilidade do que na cadeira de rodas. Uma vez que a estabilidade e o controle tenham sido trabalhados deitado, podemos progredir para exercícios fora do Cadillac. Esses exercícios são excelentes para continuar desenvolvendo o controle e a centralização do corpo.





Benefícios do Pilates para Pessoas com Deficiência Física


1. *Melhora na Qualidade de Vida*: Ao aprimorar a qualidade dos movimentos, os alunos experimentam uma melhoria significativa na sua qualidade de vida.

2. *Aumento da Independência*: Exercícios focados no controle e na estabilidade ajudam a aumentar a independência dos alunos em suas atividades diárias.

3. *Redução de Dores*: Muitos alunos relatam uma redução significativa nas dores associadas à sua condição física.

4. *Fortalecimento Muscular*: O Pilates ajuda a fortalecer os músculos, melhorando a postura e o equilíbrio.




Conclusão


O Pilates oferece uma abordagem única e eficaz para melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiência física. Através de exercícios focados na neuroplasticidade e no controle corporal, é possível alcançar uma melhora significativa na qualidade dos movimentos e, consequentemente, na qualidade de vida. Se você ou alguém que conhece pode se beneficiar do Pilates, não hesite em procurar um profissional especializado.


Se você tiver qualquer dúvida ou quiser saber mais sobre como o Pilates pode ajudar, entre em contato comigo. Estou aqui para ajudar você a alcançar a melhor versão do seu movimento e, por consequência, da sua vida.


Martha

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page